Melhores de 2012: Efeitos Visuais

Life of PiTambém representad0 por “Branca de Neve e o Caçador”, o estúdio de efeitos especiais Rhythm and Hues gerou vários debates entre especialistas ao declarar falência recentemente. Isto porque inúmeras produções hollywoodianas estão exigindo que profissionais desta área entreguem a qualidade exigida em tempo recorde e com baixa remuneração. Mesmo que “As Aventuras de Pi” tenha sido laureado com o Oscar de melhores efeitos visuais, a polêmica não foi esquecida. Talvez “As Aventuras de Pi” seja a primeira grande produção a usar efeitos visuais não somente como artifício, mas como ferramenta para se fazer uma obra artística. Por isto mesmo, é uma pena que para atingir a perfeição a Rhythm and Hues tenha se sacrificado para uma indústria de cinema cada vez mais cruel. Como legado, há Richard Parker, o tigre de bengala que se torna, ao lado de Gollum, a criatura digital mais fascinante da história do cinema.

Vencedor:  “As Aventuras de Pi” (Bill Westenhofer, Donald Elliott, Erik De Boer e Guillaume Rocheron)

Outros indicados: “Branca de Neve e o Caçador” | “Dredd” | “O Hobbit – Uma Jornada Inesperada” | “Prometheus

Em 2011: Planeta dos Macacos – A Origem
Em 2010:Alice no País das Maravilhas
Em 2009: “Avatar
Em 2008: “As Crônicas de Nárnia – Príncipe Caspian”
Em 2007:  “A Bússola de Ouro”

Anúncios

Opine!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s