O Vingador

ador | Hobo With a ShotgunEm 2007, Robert Rodriguez e Quentin Tarantino se reuniram para fazerem “Grindhouse”, uma produção em que o público veria dois filmes pelo preço de um. O desleixo técnico proposital, visto especialmente em “Planeta Terror”, e a extensa duração afugentou o público americano dos cinemas e fez com que Rodriguez e Tarantino exibissem os seus filmes separadamente para o mercado internacional. O mais engraçado, entretanto, foi que os trailers falsos inclusos em “Grindhouse” fizeram muito mais sucesso que “Planeta Terror” e “À Prova de Morte”.

Antes de “Machete” virar longa-metragem e contar com nomes como Robert De Niro e Steven Seagal, ele era nada mais do que uma brincadeira em formato de trailer com dois minutos de duração. Embora “Hobo With a Shotgun” não estivesse incluso em todas as cópias de “Grindhouse”, o trailer falso dirigido por Jason Eisener é outro que ganhou um longa-metragem, batizado aqui no Brasil como “O Vingador”.

O vagabundo com uma espingarda do título original é interpretado por Rutger Hauer, um veterano que dispensa apresentações. Morador de rua em Scum Town, ele sonha em juntar 50 dólares para poder comprar um aparador de grama e começar o seu próprio negócio. O problema é que Scum Town é um lugar em que todos os seus habitantes estão cercados pela violência orquestrada por The Drake (Brian Downey), um homem que conta com o auxílio de seus dois filhos sádicos, Ivan (Nick Bateman) e Slick (Gregory Smith), para matar indivíduos que ousam descumprir as regras estabelecidas.

Horrorizado com esta realidade, nosso herói vagabundo decide fazer justiça com as próprias mãos, eliminando todos os capengas de The Drake responsáveis pelos assassinatos de crianças, idosos, sem-teto, entre outros. Para ajudá-lo, Abby (Molly Dunsworth) entra em cena, uma prostituta que aos poucos desperta o lado paternal do protagonista.

Assim como as obras exibidas nas extintas grindhouses, “O Vingador” é um filme que não tem qualquer apego por uma estrutura politicamente correta. São inúmeras as sequências em que sangue e membros decepados ocupam a tela, bem como figuras sujas como vilões megalomaníacos, jovens sádicos, pedófilos, espancadores de moradores de rua e por aí vai. O resultado é uma diversão passageira para aqueles que têm inclinação pelo mau gosto, mas que talvez encontre um novo público pelo carisma de Rutger Hauer e Molly Dunsworth e o uso de technicolor, que permite explorar cores berrantes como roxo e amarelo para criar uma atmosfera hipnotizante.

Título Original: Hobo With a Shotgun
Ano de Produção: 2011
Direção: Jason Eisener
Roteiro: John Davies, baseado no curta “Hobo with a Shotgun”, de Jason Eisener
Elenco: Rutger Hauer, Molly Dunsworth, Brian Downey, Nick Bateman, Gregory Smith, Robb Wells, Jeremy Akerman, Drew O’Hara, Pasha Ebrahimi e George Stroumboulopoulos

Anúncios

2 Respostas para “O Vingador

    • Kamila, como conheço bem o seu gosto cinematográfico, sei que você não aprovará um filme como “O Vingador”. No entanto, acredito que há títulos da mesma linha que podem agradá-la. Você viu “À Prova de Morte” do Tarantino?

Opine!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s