Na Estrada

O norte-americano Jack Kerouac foi um dos principais responsáveis pelo movimento beat. O livro “Pé na Estrada”, publicado em 1957, é capaz de integrar qualquer um quanto à importância desta geração, composta por jovens sem direção, mas que ambicionaram uma carreira de artistas rebeldes. Espécie de diário de viagem, “Pé Na Estrada” traz Jack Kerouac sob o nome de Sal Paradise e esmiúça sua viagem, às vezes a pé, às vezes pegando carona, pelos Estados Unidos.

Sonho antigo de Francis Ford Copolla, a adaptação cinematográfica para “Pé Na Estrada” foi planejada desde o início dos anos 1990. Com Gus Van Sant envolvido como diretor e Johnny Depp como protagonista, os planos de concretizar o projeto não vingaram por dificuldades em levantar o orçamento necessário. Responsável por “Central do Brasil” e “Diários de Motocicleta”, obras que facilmente podem ser classificadas como road movie, Walter Salles finalmente transporta “Pé Na Estrada” para as telas de cinema.

Na pele de Sam Riley (que viveu o cantor Ian Curtis em “Control”), Sal Paradise inicia sua jornada pelas estradas americanas no final da década de 1940, carregando consigo uma mochila com trajes gastos, um livro para tomar notas e alguns trocados no bolso. Entre idas e vindas, cruza o caminho do amigo Dean Moriarty (Garrett Hedlund, em uma entrega devastadora ao papel), um jovem que sempre se deixa levar pelos seus impulsos. Mesmo inconsequente, Dean, uma versão ficcional do poeta Neal Cassidy, não deixa de despertar fascínio naqueles que o cercam. Não à toa, teve duas mulheres em uma curta faixa de tempo, sendo Marylou (Kristen Stewart, que protagoniza algumas cenas bem ousadas) e Camille (Kirsten Dunst).

Se o livro “Pé na Estrada” tinha algo de fascinante era a sensação de liberdade garantida a toda uma geração de jovens leitores. As histórias narradas por Jack Kerouac motivavam nos desprender de tudo, tendo as viagens sem destinos preestabelecidos como meio de conhecemos a nós mesmos e assim se tornar independentes, livres de valores conservadores. Walter Salles tenta transmitir isto com as imagens de “Na Estrada”, mas fracassa.

Pior do que a pincelada artificial por personagens secundários importantes é a ausência dos elementos básicos que constroem um bom road movie. Se Walter Salles os explorou esplendidamente em suas obras mais bem-sucedidas, em “Na Estrada” as viagens de Sal Paradise são registradas de modo superficial. Não há tempo para contemplar o que motiva o personagem neste encontro de si mesmo e não há descrição sobre as inevitáveis dificuldades que surgem quando o seu rumo é interrompido por falta de dinheiro ou carona.

O mais estranho, no entanto, é que toda a descaracterização existente no processo de adaptação configura, meio que involuntariamente, um teor homoerótico totalmente deslocado, algo sentido em todas as interações entre Sal e Dean. “Na Estrada” é um filme incapaz de se comunicar com esta geração. Um sonho que se concretiza com desagradável cheiro de mofo.

Título Original: On the Road
Ano de Produção: 2012
Direção: Walter Salles
Roteiro: Jose Rivera, baseado no livro “Pé na Estrada”, de Jack Kerouac
Elenco: Sam Riley, Garrett Hedlund, Kristen Stewart, Kirsten Dunst, Viggo Mortensen, Amy Adams, Elisabeth Moss, Terrence Howard, Tom Sturridge, Alice Braga, Sarah Allen, Danny Morgan e Kaniehtiio Horn

Anúncios

4 Respostas para “Na Estrada

  1. Acho que o ponto mais problemático em “Na Estrada” é o roteiro, que não consegue traduzir para a grande tela o magnetismo e a importância do livro de Jack Kerouac. O Walter Salles se esforça, é um bom diretor, que dá uma qualidade técnica muito boa ao seu filme, mas acho que o ponto mais positivo do longa é a performance apaixonada de Garrett Hedlund.

  2. Pingback: Diário de Um Jornalista Bêbado | Cine Resenhas·

  3. Pingback: 10 Filmes Para 2013 | Cine Resenhas·

  4. Pingback: Resenha Crítica | Diário de Um Jornalista Bêbado (2011) - Cine Resenhas·

Opine!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s