A Riqueza do Lobo

36ª Mostra Internacional de Cinema em São Paulo

Será que tudo que observamos com interesse diz exatamente quem somos? As paisagens que contemplamos, os instantes que nos encontramos imóveis para assistir um acontecimento ao nosso redor, o assunto que fotografamos ou um episódio que filmamos. Tudo isso, de certa forma, encontra elo com as características que formam nossa personalidade. O longa-metragem francês “A Riqueza do Lobo” é exatamente sobre isto.

No início da história, filmado em um tom quase documental, Marie (Marie-Eve Nadeau) diz para a sua melhor amiga (Isabelle Lepage) que encontrou dezenas de horas de gravações realizadas por Olaf (Damien Odoul), seu marido que desapareceu sem deixar qualquer vestígio. Mesmo assustada, Marie reúne toda a coragem necessária e assiste aos teipes, que condensam oito anos da vida de Olaf.

“A Riqueza do Lobo” apresenta uma proposta curiosa e original, mas através de uma execução desastrosa. Há fascínio no processo em que o espectador é convidado a participar, sendo desafiado a desenhar o verdadeiro perfil de Olaf e os seus tormentos internos a partir de imagens enigmáticas. O que incomoda é o limite em que esta realização dirigida, escrita, produzida, protagonizada, fotografada e editada por Damien Odoul atinge.

Se todas as cenas em que Marie é flagrada diante de devaneios sobre o marido são mal realizadas e bocejantes, as imagens capturadas por Olaf, com qualidade que condiz com o seu amadorismo como cameraman, atingem um nível de repetição de causar impaciência.

Com registros às vezes belos (paisagens mortas, tempestades), às vezes repulsivos (animais mortos, escatologias), Damien Odoul arruína toda a experiência ao se apresentar como Olaf próximo do terceiro ato, anulando todo o desenho que desenvolvíamos do personagem em nossa imaginação. Estas e outras escolhas fazem com que as reações negativas para “A Riqueza do Lobo” sejam testemunhadas na própria sala de cinema, com quase metade do público abandonando a sessão antes de ela chegar ao fim.

Título Original: La richesse du loup
Ano de Produção: 2012
Direção: Damien Odoul
Roteiro: Damien Odoul
Elenco: Marie-Eve Nadeau, Damien Odoul e Isabelle Lepage

Anúncios

Opine!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s