Piscou, Perdeu!

John Waters em “Poucas e Boas”
[00:34:29]

Conhecido como o Papa do Trash, John Waters é dono de uma filmografia preenchida por obras que sempre criticam os bons costumes e a hipocrisia presente na sociedade americana. O nível de bizarrice vai de acordo com o estado de espírito do realizador, que é capaz de fazer tanto um musical descolado (a exemplo de “Cry-Baby”) como uma comédia cheia de situações repulsivas (“Pink Flamingos”, considerada sua obra-prima). O que poucos sabem é que este astuto sujeito nascido em Baltimore (que serve de cenário para todos os seus filmes) também já se apresentou em frente às câmeras. Embora tenhamos destaca a sua ponta relâmpago em “Hairspray – Em Busca da Fama“, não podíamos deixar de fazer menção quando a sua participação especial em “Poucas e Boas“, filme dirigido por Woody Allen. Waters aparece por aproximadamente um minuto, mas é curioso vê-lo como um empreendedor que se recusa em continuar pagando pelas apresentações do inconstante Emmet Ray, um guitarrista de jazz feito por Sean Penn.

Anúncios

Opine!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s