O Ditador

O inglês Sacha Baron Cohen trabalha como ator desde 1995, mas levou dez anos para ser reconhecido mundialmente. A conquista foi alcançada com “Borat: O Segundo Melhor Repórter do Glorioso País Cazaquistão Viaja à América“, um mockumentary em que ele vivia o personagem-título, uma figura absurda cujos comportamentos serviam para cutucar a sociedade americana com os seus valores por vezes questionáveis. Embora Sacha Baron Cohen desta vez incorpore Aladeen em “O Ditador”, um indivíduo bem distinto de Borat, as suas alfinetadas politicamente incorretas permanecem intactas. Há o abandonado do estilo mockumentary para fazer uma comédia de estrutura convencional, mas parceria de Sacha Baron Cohen e o diretor Larry Charles ainda se vale de inteligência e humor subversivo, elementos raros no gênero.

No Cenas de Cinema, descrevi com mais detalhes os altos e baixos de “O Ditador”. Para ler a minha crítica, basta clicar aqui.

Anúncios

Uma resposta para “O Ditador

Opine!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s