Anjos da Noite – O Despertar

A franquia “Anjos da Noite” havia adquirido novo fôlego com o terceiro episódio “A Rebelião”, sequência em forma de prequel que continha um desenvolvimento de tirar o fôlego. “A Rebelião” não se mostrou apenas o melhor momento da franquia “Anjos da Noite”, mas também provou algo interessante: Selene, heroína vivida pela inglesa Kate Beckinsale, não era a melhor coisa neste universo em que vampiros e lobisomens são inimigos seculares. Os produtores da franquia “Anjos da Noite” provavelmente não perceberam isto, como prova a existência de “Anjos da Noite – O Despertar”, aventura que traz Selene como protagonista da história.

Neste quarto episódio, Selene está em estado de sono criogênico há mais de dez anos na corporação Antigen. Finalmente acordada, Selene inicia uma busca sangrenta pelo seu amado Michael (papel que o ator Scott Speedman não reprisa). Porém, descobre que concebeu uma filha enquanto estava inconsciente. Trata-se de Eve (India Eisley), uma hibrida de vampira e Lycan (como os lobisomens são chamados) vigiada vinte e quatro horas por dia pelo doutor Jacob Lane, responsável pela corporação Antigen. Presa em um cenário em que os Lycans estão em extinção, Selene inicia uma inesperada parceria com o detetive Sebastian (Michael Ealy) a fim de combater os planos de Jacob em se tornar um ser invencível com o uso do DNA de Eve.

Mesmo que a equipe de roteiristas tenha conseguido elaborar uma história que se distancie do conflito entre vampiros e Lycans já solucionado em “Anjos da Noite – A Evolução”, este novo episódio não passa de uma sucessão de sequências de ação terrivelmente realizadas. Os diretores Björn Stein e Måns Mårlind (dupla sueca que já havia decepcionado em “Identidade Paranormal”, fita sobrenatural protagonizada por Julianne Moore e Jonathan Rhys Meyers) levam apenas quinze minutos para contarem uma história, usando o restante do tempo apenas para visualizarmos Selene em uma ação exaustiva e sem um pingo de conteúdo.

Título Original: Underworld – Awakening
Ano de Produção: 2011
Direção: Björn Stein e Måns Mårlind
Roteiro: Allison Burnett, J. Michael Straczynski, John Hlavin e Len Wiseman
Elenco: Kate Beckinsale, Stephen Rea, Michael Ealy, Theo James, India Eisley, Sandrine Holt, Charles Dance, Kris Holden-Ried, Jacob Blair, Catlin Adams e Wes Bentley

Anúncios

Opine!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s