Melhores de 2011: Atriz Coadjuvante

Rosamund Pike, por “A Minha Versão do Amor

Quando a personagem de Rosamund Pike, Miriam Grant, invade a tela pela primeira vez em “A Minha Versão do Amor“, o protagonista vivido por Paul Giamatti imediatamente se encanta com a beleza rara desta mulher ao ponto de sabotar a união que acabou de selar com a segunda esposa (Minnie Driver). A reação de Barney Panofsky diante de Miriam não é exagerada, uma vez que o próprio espectador admite estar diante da mulher dos sonhos. Já o segredo de Rosamund Pike para fazer este papel em “A Minha Versão do Amor“ não é apenas visual, pois a jovem atriz esbanja talento impressionante ao encarnar Mirian quando está já atinge a idade avançada. Inglesa nascida em 1979, Rosamund Pike teve sua estreia no cinema com “007 – Um Novo Dia Para Morrer” e algumas escolhas posteriores indicavam uma atriz afeita a fitas de ação (lamentavelmente esteve nos horrorosos “Doom – A Porta do Inferno ” e “Substitutos“). Porém, sua participação em “A Minha Versão do Amor“ e também em “Revolução em Dagenham“ (do qual é o maior destaque) no último ano comprovam uma intérprete muito mais a vontade em papéis dramáticos.

Outras indicadas: Barbara Hershey (“Cisne Negro“) | Bryce Dallas Howard (“Além da Vida“) | Dale Dickey (“Inverno da Alma“) | Jacki Weaver (“Reino Animal“)

Em 2010: Olivia Williams, por “O Escritor Fantasma
Em 2009: Diane Kruger, por “Bastardos Inglórios
Em 2008:
 Marcia Gay Harden, por “O Nevoeiro”
Em 2007: Toni Collette, por “Segredos na Noite”

Anúncios

Opine!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s