Um Gato em Paris

Não há dúvidas de que 2011 foi um ano muito desapontador para o gênero animação. Fazendo um rápido balanço e excetuando filmes como “Enrolados” e “Rango”, tivemos ao menos duas sequências fraquíssimas (“Kung-Fu Panda 2” e “Carros 2”), outras duas que resgatam personagens famosos sem brilho (“Winnie the Pooh” e “Gato de Botas”) e alguns títulos que simplesmente não contagiam, a exemplo de “Rio”. Talvez por essa nada empolgante retrospectiva haja algum destaque para “Um Gato em Paris”, animação produzida na França bem ágil e que pode entusiasmar a criançada com uma trama nada bobinha.

Ela foca Dino, um gato de vida dupla. Durante o dia, Dino faz companhia à Zoe (Oriane Zani), garotinha que ficou sem dizer uma palavra desde que seu pai foi morto. De noite, Dino segue Nico (voz de Bruno Salomone) em seus roubos ligeiros. Aos poucos, também conhecemos a mãe de Zoe, Jeanne (Dominique Blanc). Trata-se de uma policial cujo marido assassinado também era seu parceiro de profissão. Jeanne está obstinada em vingar a morte do amado capturando o temido gângster Victor Costa (Jean Benguigui). Porém, esta missão pessoal pode se configurar num trágico desfecho assim que uma série de circunstâncias põe a indefesa Zoe e Costa cara a cara.

De técnica tradicional, “Um Gato em Paris” conseguiu o feito de garantir uma vaga na última edição do Oscar. Só não é possível compará-lo com o também recente e francês “O Mágico”, pois aqui temos uma narrativa policial, o que por si só é um grande atrativo. É uma pena que não se pode deixar de considerar dois incômodos que ficam depois de apenas sessenta minutos de filme. O primeiro se refere a presença do gracioso Dino, que em muitas passagens é tratada como um mero coadjuvante. Já o segundo é em como um mau caráter como Nico é desvirtuado para ser o herói do dia.

Título Original: Une vie de chat
Ano de Produção: 2010
Direção: Alain Gagnol e Jean-Loup Felicioli
Roteiro: Alain Gagnol
Vozes de: Dominique Blanc, Bruno Salomone, Jean Benguigui, Bernadette Lafont, Oriane Zani, Bernard Bouillon, Patrick Ridremont, Jacques Ramade, Jean-Pierre Yvars e Patrick Descamps
Cotação: 3 Stars

Anúncios

4 Respostas para “Um Gato em Paris

  1. Pingback: Melhores de 2011 – Indicados « Cine Resenhas – 5 Anos·

  2. Pingback: Melhores de 2011: Animação « Cine Resenhas·

Opine!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s