Vencedores do Independent Spirit Awards 2012 – Comentários

Acaba de ser anunciada a lista dos vencedores do 27º Independent Spirit Awards, premiação que aconteceu neste sábado em Santa Mônica, Califórnia. Como era esperado, “O Artista” foi o grande vencedor da edição, conquistando nada menos que quatro prêmios. Nas minhas apostas, houve apenas dois erros relacionados ao filme. O primeiro foi na categoria de Melhor Fotografia, pois imaginei que “Meia-noite em Paris” fosse o vencedor. Já na categoria de Melhor Roteiro, minha aposta foi para “O Artista“, mas foi “Os Descendentes” quem se deu melhor.

Vamos conhecer quais foram os outros vencedores e comentar brevemente sobre as escolhas nas categorias principais. [Score: 11/16]

MELHOR FILME

Vencedor: O Artista
Outros indicados: 50% | Drive | O Abrigo | Os Descendentes | Toda Forma de Amor
Comentário: a vitória de “O Artista” só deixa o filme ainda mais próximo para abocanhar o Oscar, cujo principal oponente será “A Invenção de Hugo Cabret“. Trata-se de uma vitória justa para um filme que é infinitamente superior a qualquer outro finalista aqui.

MELHOR DIRETOR

Vencedor: Michael Hazanavicius (O Artista)
Outros indicados: Alexander Payne (Os Descendentes) | Jeff Nichols (O Abrigo) | Mike Mills (Toda Forma de Amor) | Nicolas Winding Refn (Drive)
Comentário: Michael Hazanavicius conseguiu um feito impressionante ao conseguir com que todos os espectadores fossem capazes de mergulharem na atmosfera do cinema mudo através de “O Artista“. O diretor não apenas preparou toda a equipe para se adequar na proposta da história como conseguiu com ela fazer uma mistura perfeita de comédia, musical, drama e romance. Vitória mais do que justa.


MELHOR ATOR

Vencedor: Jean Dujardin | O Artista
Outros indicados: Demián Bichir (Uma Vida Melhor) | Michael Shannon (O Abrigo) | Ryan Gosling (Drive) | Woody Harrelson (Rampart)
Comentário: devido a viagem que Jean Dujardin fez para a França para participar do César, o ator não conseguiu chegar nos Estados Unidos a tempo para receber o seu prêmio de melhor ator (Penelope Ann Miller, que interpreta a amarga esposa de seu personagem em “O Artista“, o representou). O mais curioso de sua mais do que óbvia vitória no Independent Spirit Awards é que ele não disputou o troféu com George Clooney, que sequer foi indicado por “Os Descendentes“. Indício de que ele está mais imbatível do que nunca na briga pelo Oscar?

MELHOR ATRIZ

Vencedora: Michelle Williams | Sete Dias com Marilyn
Outras indicadas: Adepero Oduye (Pariah) | Elizabeth Olsen (Martha Marcy May Marlene) | Lauren Ambrose (Think of Me) | Rachel Harris (Natural Selection)
Comentário: até o fechamento dessa postagem, não pude conferir “Sete Dias com Marilyn” (algo que farei antes de cobrir o Oscar no domingo). Ainda assim, dava para prever a sua vitória no Independent Spirit Awards, ainda mais diante da pouca popularidade dos trabalhos das outras atrizes (com exceção de Elizabeth Olsen, que conquistou a todos com o seu debut). A vitória serve para consagrar ainda mais a jovem atriz, sem dúvida uma das melhores em atividade.

MELHOR ATOR COADJUVANTE

Vencedor: Christopher Plummer | Toda Forma de Amor
Outros indicados: Albert Brooks (Drive) | Corey Stoll (Meia-noite em Paris) | John C. Reilly (Negócio Fechado) | John Hawkes (Martha Marcy May Marlene)
Comentário: outra vitória para lá de esperada no Independent Spirit Awards e que deixa Christopher Plummer a apenas alguns passos para ganhar o Oscar (no qual ele terá de enfrentar outros veteranos há muito injustiçados como Nick Nolte e Max von Sydow). Prêmio para uma performance muito boa e que também serve para representar a carreira de um ator extraordinário.

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE

Vencedora: Shailene Woodley | Os Descendentes
Outras indicadas: Anjelica Huston (50%) | Harmony Santana (Gun Hill Road) |  Janet McTeer (Albert Nobbs) |  Jessica Chastain (O Abrigo)
Comentário: conforme comentei na postagem dos indicados ao Independent Spirit Awards, Shailene Woodley realmente tinha chances muito grandes de sair com o troféu de melhor atriz coadjuvente por “Os Descendentes“. A maior concorrente era Jessica Chastain, na qual até apostei minha ficha. É um primeiro grande passo para a carreira cinematográfica de Shailene, antes reconhecida apenas como a protagonista do seriado “A Vida Secreta de uma Adolescente Americana”.

MELHOR PRIMEIRO FILME

Vencedor: Margin Call – O Dia Antes do Fim
Outros indicados: A Outra Terra | In the Family | Martha Marcy May Marlene | Natural Selection
Comentário: como escolhido a vencer o Prêmio Robert Altman (dado ao diretor, diretor de elenco e elenco de um filme), “Margin Call – O Dia Antes do Fim” tinha grandes possibilidades de também levar o troféu nesta categoria. Foi exatamente o que aconteceu, já que seu oponente mais forte era “Martha Marcy May Marlene” (que acabou saindo sem nenhum prêmio). A vitória somada a indicação ao Oscar de Melhor Roteiro Original levantará ainda mais a moral de J.C. Chandor no cinema americano, que já está desenvolvendo seu segundo filme com ninguém menos que Robert Redford.

PRÊMIO JOHN CASSAVETES

Vencedor: Pariah
Outros indicados: Bellflower | Circumstance | Hello Lonesome | The Dynamiter
Comentário: como também era esperado, o pequeno “Pariah” foi quem venceu o Prêmio John Cassavetes, categoria que contempla filmes filmados com até 500 mil dólares. Sucesso de crítica (o filme tem nada menos que 96% de críticas positivas no site RottenTomatoes), a história foca uma adolescente lésbica do Brooklyn em busca de sua própria identidade ao mesmo tempo em que precisa lidar com as duras pressões diárias. É aguardar que alguma distribuidora nacional se prontifique em exibi-lo algum dia no circuito alternativo.

MELHOR FILME ESTRANGEIRO

Vencedor: A Separação
Outros indicados: Melancolia | Shame | O Garoto da Bicicleta | Tiranossauro
Comentário: é. Meu querido “Melancolia” teve que se contentar apenas com a indicação. “A Separação” é mesmo o filme do momento e não há candidato forte o suficiente que lhe tire o Oscar no domingo. Mesmo não sendo minha obra estrangeira favorita, o reconhecimento ao trabalho de Asghar Farhadi é mais do que merecido. Que o realizador consiga continuar fazendo dramas poderosos sem sofrer censuras de seu país.

OUTRAS CATEGORIAS

MELHOR ROTEIRO

Footnote | Ganhar ou Ganhar | O Artista | Os Descendentes | Toda Forma de Amor


MELHOR PRIMEIRO ROTEIRO

50% | A Outra Terra | Margin Call – O Dia Antes do Fim | Negócio Fechado | Terri


MELHOR FOTOGRAFIA

Bellflower | Meia-noite em Paris | O Artista | The Dynamiter | The Off Hours


MELHOR DOCUMENTÁRIO

An African Election | Bill Cunningham New York | The Interrrupters | The Redemption of Gerenal Butt Naked | We Were Here


PRÊMIO ROBERT ALTMAN

Margin Call – O Dia Antes do Fim


PRÊMIO PIAGET PARA PRODUTORES

Martha Marcy May Marlene | Mosquito Y Mari | O Abrigo


PRÊMIO “SOMEONE TO WATCH”

Mark Jackson, de Without | Nicholas Ozeki, de Mamitas | Simon Arthur, de Silver Tongues


PRÊMIO “TRUER THAN FICTION AWARD”

Alma Har’el, de Bombay Beach | Danfung Dennis, de Hell and Back Again | Heather Courtney, de Where Soldiers Come From

6 Respostas para “Vencedores do Independent Spirit Awards 2012 – Comentários

  1. Sem dúvidas, O Artista tá com um pezinho já no palco do Oscar, pelo menos em algumas categorias (Ator, certamente). Ainda acho que Cabret pode ter alguma chance – e porque me apaixonei pelo filme do Scorsese.

  2. Pingback: Ponto Crítico – Nov/11 « Cine Resenhas – 5 Anos·

  3. Pingback: Retrospectiva 2012 | Cine Resenhas·

Opine!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s