A Minha Versão do Amor

Mesmo que existam vários títulos que se dedicam em condensar toda a existência de um personagem em duas ou três horas, é muito raro testemunharmos uma experiência extremamente válida, que consiga sublinhar todos os contrastes que há na vida de qualquer um. Com isto, o cineasta Richard J. Lewis e o roteirista Michael Konyves tiveram uma tarefa no mínimo complicada em adaptar o extenso romance do canadense Mordecai Richler. Não apenas conseguem o feito como faz de “A Minha Versão do Amor” um dos filmes mais emocionantes do ano.

Há três mulheres que entraram na vida de Barney Panofsky (Paul Giamatti, vencedor do Globo de Ouro e possivelmente no melhor trabalho em toda sua carreira). A primeira, a bela Clara (Rachelle Lefevre), surgiu quando Barney ainda era jovem e vivia na Itália. Ia construir com ela uma família se não fossem as várias verdades ditas apenas durante e após o casamento, como o seu nome verdadeiro e o filho que carregava não sendo de Barney. A rica judia feita por Minnie Driver é a segunda mulher a se tornar esposa de Barney, mas eis que o destino prega novas peças para o protagonista, com ele se apaixonando à primeira vista por Miriam (Rosamund Pike).

Como a vida não é feita só de amores, a narrativa também foca o relacionamento de Barney com o seu pai Izzy (Dustin Hoffman) e com o seu melhor amigo Boogie (Scott Speedman), cuja morte Barney é dado como responsável. Há outros grandes episódios ao longo de quarenta anos sobre este personagem tão bem construído, mas não cabe aqui revelá-los. Se o sarcasmo tão exaltado no livro de Mordecai Richler não foi mantido, a versão cinematográfica ao menos preserva o caráter errante de Barney, que casado com Mirian é capaz de tomar atitudes imperdoáveis em nome do amor.

A impressionante maquiagem de Adrien Morot foi o único a representar “A Minha Versão do Amor” no Oscar 2011 e a produção não obteve um bom número de espectadores ao chegar nos cinemas. Disponível em DVD há alguns meses, agora existe a chance de desfrutar na telinha essa história maravilhosa.

Título Original: Barney’s Version
Ano de Produção: 2010
Direção: Richard J. Lewis
Roteiro: Michael Konyves, baseado no romance “A Versão de Barney”, de Mordecai Richler
Elenco: Paul Giamatti, Rosamund Pike, Minnie Driver, Rachelle Lefevre, Scott Speedman, Dustin Hoffman, Atom Egoyan, Mark Addy, Macha Grenon, Clé Bennett, Thomas Trabacchi, Saul Rubinek, Howard Jerome, David Cronenberg, Anna Hopkins, Jake Hoffman, Richard J. Lewis e Bruce Greenwood
Cotação: 4 Stars

Anúncios

11 Respostas para “A Minha Versão do Amor

  1. Pingback: Retrospectiva 2011 « Cine Resenhas·

  2. Pingback: Melhores de 2011 – Indicados « Cine Resenhas – 5 Anos·

  3. Pingback: Melhores de 2011: Roteiro Adaptado « Cine Resenhas·

  4. Pingback: Melhores de 2011: Elenco « Cine Resenhas·

  5. Pingback: Melhores de 2011: Atriz Coadjuvante « Cine Resenhas·

  6. Pingback: Melhores de 2011: Ator « Cine Resenhas·

  7. Pingback: Melhores de 2012: Atriz Coadjuvante | Cine Resenhas·

Opine!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s