Os Três Mosqueteiros

Inúmeras vezes levado aos cinemas, o romance de Alexandre Dumas tem a versão conduzida por Peter Hyams, “A Vingança do Mosqueteiro”, como uma das últimas já produzidas. Responsável por adaptações de games como “Mortal Kombat” e “Resident Evil” (cujo quinto episódio está sendo filmado), o britânico Paul W.S. Anderson tenta espanar o pó oferecendo uma roupagem moderna para uma história situada em uma época já distante, o que incluí lançá-la em um 3D.

Athos (Matthew Macfadyen, o Darcy da versão de “Orgulho & Preconceito” dirigida por Joe Wright), Aramis (Luke Evans, de “Fúria de Titãs”) e Porthos (Ray Stevenson, do seriado “Roma”) são os mosqueteiros a serviço do rei da França Luís XIII (Freddie Fox). Um plano frustrado pela ardilosa Milady de Winter (Milla Jovovich, esposa de Paul W.S. Anderson) e o Duque de Buckingham (Orlando Bloom) faz os heróis caírem em descrença. Somente a chegada do jovem e destemido D’Artagnan (Logan Lerman), que sempre sonhou em se tornar um mosqueteiro como seu pai (Dexter Fletcher), fará o trio usar novamente suas espadas, pois um complô contra a rainha (Juno Temple), que teve um passado com Duque de Buckingham, está sendo arquitetado.

É difícil associar o nome de Paul W.S. Anderson numa aventura épica como “Os Três Mosqueteiros”. Apesar das suspeitas, o cineasta faz bom uso dos cenários onde sua história é situada e conduz com habilidade algumas cenas de ação. Por outro lado, esta nova versão para o romance de Alexandre Dumas comete um erro gravíssimo ao destacar demais alguns personagens desinteressantes que praticamente tornam Athos, Aramis e Porthos meros coadjuvantes. Isto se aplica na figura de D’Artagnan, defendido por um Logan Lerman sem qualquer carisma. Há também uma enorme vontade dos produtores em fazer de “Os Três Mosqueteiros” o início para uma nova franquia aos moldes de “Piratas do Caribe”. Entretanto, ao julgar pelo baixo apelo da produção em alguns países no qual foi exibido, teremos que aguardar ao menos uma década para uma nova adaptação seja filmada.

Título Original: The Three Musketeers
Ano de Produção: 2011
Direção: Paul W.S. Anderson
Roteiro: Alex Litvak e Andrew Davies, baseado no romance “Les Trois Mousquetaires”, de Alexandre Dumas
Elenco: Matthew Macfadyen, Luke Evans, Ray Stevenson, Logan Lerman, Milla Jovovich, Orlando Bloom, Christoph Waltz, Mads Mikkelsen, Freddie Fox, Juno Temple, Gabriella Wilde, Til Schweiger, Dexter Fletcher, Jane Perry, Carsten Norgaard, James Corden, Ben Moor e Iain McKee
Cotação: 2 Stars

Anúncios

5 Respostas para “Os Três Mosqueteiros

  1. Acho que, quando você tem um filme em que o grande destaque é a subtrama que envolve o rei e sua esposa, temos um grande problema. O conflito central nunca chega a empolgar. Mas, é sempre bom ver um diretor como Paul W. S. Anderson fugir do terreno seguro e sair de sua zona de conforto, que foi justamente o que ele fez aqui neste filme.

  2. Pingback: Retrospectiva 2011 « Cine Resenhas·

  3. Pingback: Melhores de 2011 – Indicados « Cine Resenhas – 5 Anos·

  4. Pingback: Melhores de 2011: Figurino « Cine Resenhas – 5 Anos·

Opine!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s