O Assassino em Mim

Michael Winterbottom é um dos diretores mais ativos dentro do cinema independente americano e britânico. Chegando a dirigir mais de um filme por ano, o realizador lida na maioria das vezes com roteiros polêmicos. É dele o longa-metragem “Nove Canções”, que registra o relacionamento de um casal através da paixão avassaladora por música e em cenas de sexo explícito. A frequência com que faz filme e a audácia ao rodá-los não garante bons resultados, pois aquela incômoda reação de “e daí?” é constante ao término de suas histórias.

Já adaptado em 1976 por Burt Kennedy, “O Assassino em Mim” baseia-se num romance de Jim Thompson que acompanha Lou Ford (Casey Affleck), xerife de uma pequena cidade que se envolve com uma prostituta, Joyce Lakeland (Jessica Alba, que ganhou por este papel e também por “Entrando Numa Fria Maior Ainda“, “Idas e Vindas do Amor” e “Machete” o Framboesa de Ouro de pior atriz coadjuvante). Lou precisa tirá-la da cidade por conta de um escandaloso relacionamento que ela mantinha com Elmar (Jay R. Ferguson), filho de um poderoso empresário (papel de Ned Beatty). Mesmo namorando com Amy Stanton (Kate Hudson), Lou envolve-se com Joyce e aos poucos mostra seus instintos assassinos quando entra dinheiro na situação. Instintos estes existentes desde uma adolescência em contato com sadomasoquismo.

Uma vez conhecendo esta personalidade ameaçadora de Lou, Michael Winterbottom cria não uma, mas duas sequências bem gráficas que poderão fazer o público (especialmente o feminino) desistir de seu filme: o de Joyce e Amy sendo espancadas por Lou. Mesmo com esses dois momentos, brutais ao ponto de fazer parte da plateia dos festivais de Sundence e Berlim saírem no meio da sessão ou risíveis pela canastrice de Jessica Alba, “O Assassino em Mim” não é capaz de se desvincular dos títulos mais baixos de Michael Winterbottom, um cineasta cujos escândalos não ecoam qualquer relevância.

Título Original: The Killer Inside Me
Ano de Produção: 2010
Direção: Michael Winterbottom
Roteiro: John Curran, baseado no romance de Jim Thompson
Elenco: Casey Affleck, Kate Hudson, Jessica Alba, Ned Beatty, Elias Koteas, Tom Bower, Simon Baker, Bill Pullman, Brent Briscoe, Matthew Maher, Jay R. Ferguson, Ali Nazary e Liam Aiken
Cotação: 2 Stars

Anúncios

3 Respostas para “O Assassino em Mim

  1. Adoro os filmes do Michael Winterbottom, mas esse longa aí não deve ter passado despercebido por qualquer motivo… Mesmo assim, quero muito conferir, especialmente por causa do elenco.

    • Kamila, o único filme do Winterbottom que gosto é “Bem-vindo à Sarajevo”, um título onde ele não havia qualquer indício de afetação. E já antecipo: você ficará barbarizada com “O Assassino em Mim”.

  2. Pingback: 10 Piores Filmes de 2011 « Cine Resenhas – 5 Anos·

Opine!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s