O Sequestro de Um Herói

Geralmente se vê em filmes de sequestro mais a obstinação de uma vítima em sair da enrascada em que foi submetida, ignorando a complexidade que envolve as negociações para a sua própria liberdade ou mesmo as motivações de sequestradores com interesses ligados não apenas ao dinheiro. Uma decisão que pode render thrillers cheios de tensão, porém repetitivos. Por isto é feliz a opção do diretor Lucas Belvaux em apresentar uma nova perspectiva sobre o assunto ao inspirar-se no rapto verídico de um executivo franco-belga em 1978.

Em “O Sequestro de Um Herói”, a ação se passa em tempos atuais. Stanislas Graff (Yvan Attal, marido de Charlotte Gainsbourg) é apresentado em uma sucessão de situações onde é visto com a família, a amante e como presidente de uma poderosa indústria, comportando-se sempre de modo automático. Num dia comum, é sequestrado por um grupo que exige uma fortuna como resgate. As negociações não saem como previstas e rapidamente é vinculada na imprensa a vida dupla de Stanislas. Com a reputação manchada, o personagem tem sua libertação retardada com a intervenção mal-sucedida de policiais.

Se por um lado não há como antecipar outros acontecimentos da narrativa para não estragar as surpresas, por outro é preciso exaltar o resultado intenso para o qual eles se movem. Com uma mudança de tom inesperada, “O Sequestro de Um Herói” convida o espectador a refletir sobre os dilemas enfrentados por um protagonista questionável. Pós-sequestro, Stanislas deverá tomar uma atitude radical e resta para nós imaginarmos a sua escolha.

Em tempo: uma refilmagem hollywoodiana já foi encomendada, cuja direção ficará a cargo da dinamarquesa Susanne Bier.

Título Original: Rapt
Ano de Produção: 2009
Direção: Lucas Belvaux
Roteiro: Lucas Belvaux
Elenco: Yvan Attal, Anne Consigny, André Marcon, Françoise Fabian, Alex Descas, Michel Voïta, Gérard Meylan, Maxime Lefrançois, Christophe Kourotchkine, Sarah Messens, Julie Kaye, Marc Rioufol, Patrick Descamps, Bertrand Constant, Tania Torrens e Lucas Belvaux
Cotação: 4 Stars

Anúncios

9 Respostas para “O Sequestro de Um Herói

  1. É muito interessante ver como um diretor distante das perspectivas comerciais de um filme de sequestro consegue criar uma atmosfera tensa, mas que se interessa por outras questões mais densas dramaticamente, como a construção desse personagem cheio de defeitos. Muito bom mesmo.

  2. Hollywood anda tão carente de ideias que anda buscando fonte de roteiros no cinema estrangeiro. Claro que já existe um remake pronto pra ser produzido desse filme. Ainda não o conferi, mas fiquei intrigada pelo seu texto.

  3. Ótimo filme, e sempre me espanta a velocidade com que as refilmagens americanas são encomendadas… Por falar nisso, algum dia veremos nos cinemas brasileiros o segundo e terceiro filme da trilogia Millenium (a sueca)? Acho que não.

    • Erika, quando entrei em contato com a Imagem Filmes neste ano eles me confirmaram que não há nenhuma previsão para lançamento das sequências no Brasil, seja nos cinemas, seja direto em DVD. Um desrespeito com os fãs!

  4. Pingback: Retrospectiva 2011 « Cine Resenhas·

  5. Pingback: 38 Testemunhas | Cine Resenhas·

  6. Pingback: 38 Testemunhas - Cine Resenhas·

Opine!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s