Primavera Para Hitler Vs. Os Produtores

Filme Vs. Filme
O Cine Resenhas não poderia passar os últimos dias deste mês de maio sem publicar um novo embate entre duas obras cinematográficas. Em abril os longas selecionados foram “Nikita – Criada Para Matar” e “A Assassina”. A versão original de Luc Besson e a refilmagem comandada por John Badham provavelmente não foi muito assistida entre os visitantes. Mas, desta vez, os longas são bem populares e se trata novamente uma obra original e a sua refilmagem. O primeiro filme é “Primavera Para Hitler”, comédia de Mel Brooks vencedora do Oscar de melhor roteiro original. Quem vai combatê-lo nesta edição é “Os Produtores”, o remake que recebeu quatro indicações ao Globo de Ouro que também usa a adaptação musical para a Broadway como base.

DVD - Primavera Para HitlerPRIMAVERA PARA HITLER

Mel Brooks, que um dia já foi considerado um dos grandes diretores americanos de filmes cômicos, estreiou nos cinemas com “Primavera Para Hitler”. Não é tão hilariante e brilhante quanto “Alta Ansiedade” ou “O Jovem Frankenstein”, mas em matéria de clássicos do gênero o filme tem um lugar reservado. A história todo mundo sabe, inclusive aqueles que ainda não assistiram o longa. É sobre um produtor teatral, Max Bialystock (Zero Mostel), que consegue financiamento para as suas peças realizando desejos de velhas endinheiradas. Ao conhecer o contador Leo Bloom (Gene Wilder) armam um golpe que os deixarão podres de rico: produzir uma peça horrenda e lucrar com o seu fracasso, pois com poucas apresentações ficam restando um alto valor do investimento dos patrocinadores. E daí nasce o musical teatral “Primavera Para Hitler”. A sequência de testes com vários candidatos a Hitler é antológica.

Título Original: The Producers
Ano de Produção: 1968
Direção: Mel Brooks
Elenco: Zero Mostel, Gene Wilder, Lee Meredith, Dick Shawn, Kenneth Mars e Christopher Hewett.
Cotação: 3 Stars

DVD - Os ProdutoresOS PRODUTORES

A imprensa, especialmente a nacional, até tentou levantar os ânimos do público para assistirem “Os Produtores”, afirmando que “Primavera Para Hitler” não passava de uma comédia datada e que esta mais recente versão era superior em vários aspectos. Mas se o filme de Mel Brooks não era exatamente brilhante, a refilmagem de Susan Stroman (que nunca mais realizou um filme após o fracasso comercial de sua obra) consegue ser pavorosa. A história é a mesma, mas com uma modificação gritante, sendo os diálogos cantados. A idéia de tornar não só a encenação teatral dentro do filme um musical foi retirada da adaptação para a Broadway, um sucesso produzido por Brooks e Thomas Meehan. Nathan Lane e Matthew Broderick repetem os seus papéis dos palcos, protagonizando um filme que não confere sequer uma cena cantada memorável. É sem graça, extremamente sonolento. Mas se os personagens de Lane e Broderick no fim nas contas não conseguem tornar a peça um fracasso a de se louvar o feito de Susan Stroman, que entrega o pior musical de toda a história do cinema, talvez perdendo somente para “Mamma Mia!”.

Título Original: The Producers
Ano de Produção: 2005
Direção: Susan Stroman
Elenco: Nathan Lane, Matthew Broderick, Uma Thurman, Will Ferrell, Roger Bart, Andrea Martin e Jon Lovitz.
Cotação: 1 Star

Anúncios

16 Respostas para “Primavera Para Hitler Vs. Os Produtores

  1. Tourinho, para mim a única coisa que se salva em “Os Produtores” são as pernas de Uma Thurman!

    Pobre Wally! :D Abraço!

    Cleber, concordo!

    Vinícius, acho “Os Produtores” ruim demais! Para mim tudo é trágico no filme, seja o roteiro e direção, seja as performances do elenco e os seus personagens.

    Ciro, não o acho sensacional, mas é uma ótima comédia. Abraços!

    Kamila, nem os aspectos técnicos salvam o longa para mim.

    Mayara, chato é elogio! Beijos!

  2. Nunca tinha lido essa resenha. Agora, considerar esse maravilhoso musical, um dos melhores filmes da década, “pavoroso” é, no mínimo, indelicado. O filme é perfeito, é humor à moda antiga, com muita malicia, musicalidade perfeita. Enfim, um filme memorável. Adoro. Alias, sou suspeito, porque adoro todos os filmes de Mel Brooks.
    Recomendo assistirem ao filme. É divertidíssimo.

  3. – Sérgio, não fique ofendido. Por mais que seja difícil, compreendo o afeto que alguns tem para com “Os Produtores”. Talvez a sua ingenuidade tenha conquistado várias pessoas. Mas vale um aviso: o musical para cinema é dirigido por Susan Stroman.

  4. Alex, eu sei que o filme não foi dirigido pelo Brooks. E digo mais, a Susan fez um excelente trabalho. Mas o estilo de Brooks esta lá, impregnando cada cena. As músicas, as piadas, a caricatura divertida, a crítica, tudo. Confirmo o que disse: “Os Produtores”, além de ser uma comédia musical deliciosa, foi um dos melhores filmes de 2005, infelizmente, subestimado e injustiçado, tanto pelo público, que não sabe mais digerir filmes com uma boa dose de ingenuidade (como você mesmo disse, Alex) e leveza, e pela crítica, que enxergou defeitos que não existiam. O mundo mudou, as pessoas ficaram mais frias, mais cínicas. Pelo menos, o público que consome cinema ficou. No teatro, a peça fez e faz estrondoso sucesso. Vai entender, né? Quem não viu, veja. E tire as próprias conclusões. Quando me bate o mal humor, assisto esse filme e meu astral vai às alturas.

  5. E tem mais, recomendo outro filme de Mel Brooks, aliás o último que ele dirigiu, que eu acho que foi uma das maiores injustiças do cinema: “Drácula, Morto mas Feliz”. Na minha opinião, obra-prima, do mesmo quilate de “Jovem Frankenstein” e “Banzé no Oeste” Infelizmente, continua inédito em formato digital.

  6. – Sérgio, compreendo a sua opinião. Eu mesmo fico inconformado quando leio alguém falando que “Tomates Verdes Fritos” não é um bom filme, cuja premissa é ingênua e, por isto mesmo, cativante. Porém, “Os Produtores” não é um estilo de musical que me agrade ao ponto de recomendar aos amigos. Também não gosto do “Drácula” de Mel Brooks, mas ele fez uma comédia que acho simplesmente genial: “Alta Ansiedade”. Um abraço.

Opine!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s