Anjos da Noite – A Rebelião

anjos-da-noite-a-rebeliao
Quando exibido em 2003 nos cinemas americanos, “Anjos da Noite – Underworld” adquiriu imediato sucesso de público e os comentários mais pesados por parte da imprensa daquele ano. Apesar a má recepção diante da crítica especializada o público compreendeu e aceitou que com os inúmeros exemplares existentes desde os primeiros sucessos de filmes de décadas atrás sobre vampiros e lobisomens o universo por trás dessas duas criaturas precisava de mais fôlego, informações e inovações. Com isto a bem-sucedida série cinematográfica chega agora em seu terceiro episódio como “Anjos da Noite – A Rebelião”, uma aventura ainda melhor do que as duas anteriores dirigidas por Len Wiseman e protagonizada por sua mulher, Kate Backinsale.

Ao invés de uma sequência de “Anjos da Noite – A Evolução”, o agora diretor Patrick Tatopoulos (antes responsável pelo design e efeitos especiais dos episódios anteriores) realiza em “Anjos da Noite – A Rebelião” um prequel. O foco aqui como se espera é a guerra que surgiu entre vampiros e Lycans (lobisomens). Enquanto os primeiros passam a sua imortalidade dentro de um enorme castelo, uma grande parte dos segundos lhe são escravos. O restante desta espécie vivem nas florestas sendo mortos pelos vampiros. Mas Viktor (Bill Nighy, num personagem ao qual interpreta com orgulho) tem um afeto maior por um deles, o habilidoso Lucian (Michael Sheen, cada vez melhor ator). Lucian, assim como os outros Lycans prisioneiros, estão limitados por uma coleira presa em seus pescoços que impossibilitam que se transformem em feras. Mas a paixão que aparece entre Lucian e Sonja (a bela Rhona Mitra, que muito se assemelha com Kate Backinsale), a filha de Lucian, dará início a uma rebelião.

Cientes de que muito desse início já havia sido narrado em “Anjos da Noite – Underworld” e “Anjos da Noite – A Evolução”, o trio de roteiristas Danny McBride, Dirk Blackman e Howard McCain conseguem transmitir informações sem a necessidade de muitos espaços somente para diálogos entre os personagens, fazendo com que “Anjos da Noite – A Rebelião” se concentre mais em incessantes sequências de batalhas, todas excelentes. Se não há toda aquela elegância e sutileza visto em muitos filmes vampíricos ou mesmo todo o detalhismo por trás da transformação de homem em lobo ao luar da noite, o filme se beneficia pelo trabalho técnico impressionante e o espírito épico que carrega ao início dessa batalha que se alongou por séculos.

Título Original: Underworld: Rise of the Lycans
Ano de Produção: 2009
Direção: Patrick Tatopoulos
Elenco:Michael Sheen, Bill Nighy, Rhona Mitra, Steven Mackintosh, Kevin Grevioux e Kate Beckinsale.
Nota: 7.5

Anúncios

26 Respostas para “Anjos da Noite – A Rebelião

  1. Incrível como toda série cinematográfica, volta e meia, faz um prequel… Mesmo assim, mesmo gostando dos filmes “Underworld”, mesmo gostando do elenco, vou pular fora dessa. :-)

    Bom final de semana!

  2. Kamila, que estranho! Você tem tudo “em mãos” para ver o filme e gostar. Para que pular fora? Tenha também um bom final de semana!

  3. Já te disse no Twitter que a série me empolga pela fotografia gótica e adireção de arte futurista, mas sinceramente não sei se vou dar uma chance para estenovo capítulo, já que desde o primeiro episódio, a série não me conquistou de verdade.
    E pior: sem a linda Beckinsale? Ah, não! E, perái! O Michael Sheen participou novamente? Acho que por essas e outras é que o Oscar o ignora tanto.
    Abraços!

  4. Não sei exatamente o motivo, mas já dei muita risada somente com essa foto do Bill Nighy, hahahaha. Será que o mesmo não ocorreria vendo o filme? Mínima vontade de conferir, até porque acho os anteriores pura perda de tempo…

  5. Por não gostar dos anteriores, não tenho curiosidade por esse. Mas Michael Sheen é um ótimo ator – e Nighy também. Por esse motivo talvez merecessem a conferida.

  6. Estou loooouca para ver esse filme. Com certeza deve ser tao bom quanto os anteriores ( é mais de um, não ? )
    olha, o seu blog é muito bom. será que pode dar uma olhadinha no que eu estou começando a fezer ?
    obrigada, beijos :*

  7. Até hoje não assisti ao primeiro filme, e esse também não me desperta interesse. Aliás, se algo me levaria a assisti-lo, seria o elenco, cheio de gente talentosa que eu particularmente admiro.

    Abraço!

  8. eu vi o primeiro filme e achei médio.
    Esse filmes de batalhas entre seres não me entram. Também vou ficar de fora dessa.

  9. Robson, vale a pena. São bons passatempos.

    Weiner, mas a Kate Beckinsale aparece sim. Mas não vou falar como. Tu vai ter que dar uma chance para o filme para saber, rs. E eu discordo em relação do Michael Sheen. O Oscar o ignora por ser um prêmio injusto, já que “Anjos da Noite” é um filme que não comprometeu a carreira de nenhum dos seus envolvidos, talvez até o contrário.

    Vinícius, você deu risada porque bebe que nem a Meryl Streep! Rs. Ah, não acho a série nada risível, muito pelo contrário.

    Filipe, fica a dica!

    Wally, pensei que você tinha gostado de “Anjos da Noite – A Evolução” (na ocasião do lançamento me lembro de você ter dado uma nota positiva). Mas o que vale é que ambos os atores estão muito bens neste terceiro filme.

    Mariana, estarei passando no seu blog em breve. Beijos!

    Louis, o elenco é mesmo um elemento que chama muito a nossa atenção na cine-série. Espero que veja em breve os três filmes de “Anjos da Noite” e que consiga gostar. Abraço!

    Marcelo, entendo. Mas o filme merece ao menos uma chance no DVD, não é mesmo?

  10. Olá, Alex! Tudo bem?

    Tenho que admitir que nunca vi um filme da série, mas veria este pelo elenco, especialmente Michael Sheen que em “Frost/Nixon” mostrou que tem carisma. ;)

    Beijos!

  11. Tudo, Mayara, tirando o fato de estar trabalhando. E eu ainda tenho que ver o Sheen em “Frost/Nixon”. Me lembro que gostei muito dele também em “A Rainha”. Beijos.

  12. Gustavo, mas muito da fama de Bill Nighty surgiu desde a sua participação no primeiro episódio da série. E como ele mesmo confessou, ele adora esse personagem.

  13. olha soh, soh naum gosta quem naum curte, muito bom ou taum bom quanto o 1, mas infinitamente melhor q o 2, entaum, um abraço para quem naum gostou e vamos para o 4 e definitivo da serie. beirando a nota 9 alex.

  14. Paulinho, duvido que aconteça um quarto filme. Li que os produtores tem a intenção de realizar uma série e não prosseguir com a trama nos cinemas.

  15. Eu já ñ curti essa franquia desde o primeiro q achei razoável, o segundo já foi uma decepção maior ainda, e esse 3 bem desnecessário e descartável, ñ gostei de voltarem ao passado pra contar a história onde td começou, e nada contra a Rhona Mitra, mas prefiro a Kate Beckinsale, a se salvar os efeitos em CGI e olhe lá. nota 3.0!
    Abs! Diego

  16. Diego, comigo foi o contrário, embora eu goste de “Underworld” e “A Evolução” nas mesmas proporções. Mas eu fiquei muito contente pelo resultado do terceiro filme. Para mim é um filme com uma boa história com uma ação de tirar o fôlego. E Rhona Mitra não é boa atriz, mas eu gosto de certa presença que ela tem em cena que acaba por fazê-la ser notada. Abraços!

  17. ééééé´uma drogaaaaaaaaaaaaaaaa
    vagabundagem esses porras não fazerem alguma coisa pra kate continuar com sua atuação!
    esse filme anjos da nooite3 vai ser uma merda sem ela!!!!
    um horror

  18. nada a ver essa nova atriz!
    ela é uma merda!!
    eu era apaixonada por esse filme, mas sem a kate ele é uma merda.. perdeu muita audiencia, se é ki ainda tem alguma!!!!!
    _l_

  19. Maximiliana, foi definido durante a produção de “Anjos da Noite – A Evolução” de que a sequência do filme na verdade seria um prequel, pois a própria Kate e o diretor (e seu marido) Len iriam tocar outros projetos. Assim, não há como exigir pela presença da atriz como protagonista em um filme que se passa há séculos atrás, onde sua personagem mal existia. Mas vale lembrar que a Kate tem uma pontinha nesse “A Rebelião”.

  20. O que me chama mais atenção no filme é que, tanto Lycans como vampiros, é apresentado de uma maneira nunca vista antes, e em meu ver é
    um divisor de águas nos filmes entre V. e L.
    Além da grande interpretação dos atores, o cenário, as armas usadas neste último filme são bem além do que somos acostumados a ver.

  21. Gustavo, concordo com o seu comentário. “Anjos da Noite – A Rebelião” confere novo fôlego ao que se diz respeito a estas duas criaturas do cinema fantástico. Mas eu não acredito na possibilidade de um novo filme para a franquia.

  22. Pingback: Anjos da Noite – O Despertar | Cine Resenhas·

Opine!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s