Melhores de 2007: Atriz

1: Ashley Judd, por “Possuídos”
.
– A maior injustiça nas principais premiações de cinema é o total esquecimento de Ashley Judd. Após assistir o seu desempenho neste suspense psicológico de William Friedkin a primeira coisa que vem em mente, antes do que pode ser discutido em questão do próprio texto do longa, é o porquê da Academia não celebrar uma indicação neste papel forte, onde a atriz se entrega de corpo e alma – literalmente (“I am the super mother bug!” é o momento mais poderoso da atriz e do filme) . E não é só isso. Judd também arrebenta em “Encontros ao Acaso”, drama dirigido pela atriz de “Procura-se Amy”, Joey Lauren Adams, onde quase acabou sendo relacionada por mais uma vez na relação de melhores interpretações femininas de 2007. 

2: Judi Dench, por “Notas Sobre Um Escândalo”
.
– Judi Dench tem sido lembrada pelo Oscar nos últimos anos. Antes da indicação por “Notas Sobre Um Escândalo” e depois da glorificação por sua presença de minutos em “Shakespeare Apaixonado”, a veterana atriz de 73 anos recebeu menções em “Chocolate”, “Iris” e “Sra. Hendenson Apresenta”. Mas é em “Notas Sobre Um Escândalo” que prevalece aquele que pode ser destacado o seu melhor trabalho, ainda que não se possa dar muitos méritos ao próprio filme. E será que podemos dizer que Barbara Covett é uma vilã? Ou é, na verdade, um espelho do que podemos nos tornar ao almejar por uma única companhia num amplo tempo de solidão? 

3: Charlize Theron, por “No Vale das Sombras”
.
– Antes de laureada com o Oscar de melhor atriz em “Monster – Desejo Assassino”, a bela Charlize Theron se fez notar com ótimos desempenhos em longas pouco elogiados mas de boas intenções (“Doce Novembro”, “Homens de Honra”), compôs uma femme fatale para lá de memorável no divertido “O Escorpião de Jade”, de Woody Allen (inclusive, Theron já havia trabalhado com o cineasta em “Celebridades”, uma das únicas coisas boas do longa) e marcou presenças em filmes para lá de legais, como “Uma Saída de Mestre” e “O Advogado do Diabo”. Já eram evidências de que, mesmo não tendo total expressividade, comprovavam que uma grande musa do cinema estava nascendo. E Charlize não caiu nessas armadilhas que muitos classificam como a maldição do Oscar. Algo evidente no seu esplêndido desempenho em “Terra Fria” (segunda indicação ao prêmio) e, claro, “No Vale das Sombras”. No papel de uma mãe batalhadora que ajuda Tommy Lee Jones a desvendar a morte do próprio filho, Theron torna o filme ainda mais tocante e eficiente. E alguém duvida de que ela ainda dará o que falar nas próximas gerações? 

4: Keri Russell, por “Garçonete”
.
– Bem sucedida, porém não muito elogiada, a série “Felicity” rendeu bons frutos nos seus quatro anos de exibição. O maior deles, entretanto, é conhecido pelo nome de Keri Russell. Apesar de toda a fama adquirida (e um Globo de Ouro) por dar vida a jovem Felicity Porter, as propostas para iniciar a sua carreira no cinema não eram das mais interessantes. Esteve em “A Outra Face da Raiva”, um filme cuja atenção estava focada exclusivamente na ótima química existente entre Joan Allen e Kevin Costner. “Fomos Heróis” é um drama de guerra insosso onde Russell faz o papel de esposa de Chris Klein. E ela arrebentou em “Missão: Impossível: 3”, mas J.J. Abrams não deu o destaque merecido a moça que ele mesmo revelou em “Felicity”. Mas em “Garçonete” não há do que se queixar. Russell entrega uma expressão de cansaço a sua Jenna, cuja existência parece que nunca lhe proporcionou a felicidade que almeja, mas que no fundo reserva um brilho de esperança. E é esse brilho todo especial e iluminado que destaca a atriz como responsável por uma das melhores performances em 2007. 

5: Helen Mirren, por “A Rainha”
.
– Finalmente a grande atriz britânica ganha o seu merecido Oscar num ano onde a disputa não era fácil, mesmo que, seu resultado, previsível. O prêmio está mais para um pedido de desculpas para uma atriz que já havia brilhado em filmes recentes como “As Garotas do Calendário”, “Assassinato em Gosford Park” (ainda que este filme de Robert Altman não passe de um suspense enfadonho metido a comédia) e no longa televisivo fenomenal “De Porta em Porta”. Fantástica da primeira a última cena, Mirren vale o filme que, talvez pela correta direção de Stephen Frears, não é excelente – assim como Michael Sheen, excelente no papel de Tony Blair.

Anúncios

15 Respostas para “Melhores de 2007: Atriz

  1. Ainda não assisti à performance de Ashley Judd, mas tendo em vista os elogios recebidos pela atriz, deve ser mais do que justo a presença dela ao lado de outras quatro atrizes em performances que eu, particularmente, adorei!

  2. Kamila, Ashley Judd está sensacional em “Possuídos”, assim como também esteve em “Encontros Ao Acaso”. E eu espero que estes filmes tenham no acervo das locadoras aí de Natal, pois são imperdíveis, não deixe de ver.

  3. Como refleti na minha premiação, essa categoria foi fortíssima esse ano. Se eu pudesse, daria para todas as minhas 5, por isso não dê muita bola para a ordem de preferência.

    1)Marion Cottilard, Piaf – Um Hino ao Amor
    2)Helen Mirren, A Rainha
    3)Judi Dench, Notas Sobre um Escândalo
    4)Ashley Judd, Possuídos
    5)Laura Dern, Império dos Sonhos

    Ciao!

  4. Wally, queria muito ver o desempenho de Marion Cottilard por “Piaf”, mas não vi o filme ainda. E da sua lista só discordo da Laura Dern, meio perdidinha entre algumas baboseiras de “Império dos Sonhos”. Abraço!

  5. Opa, uma seleção com o cream of the crop das atrizes veteranas e da nova geração!
    Muito foi falado sobre Judd, que com esse filme, acreditava-se, seria indicada a seu primeiro Oscar. POSSUÍDOS parece intrigante (até comprei o DVD importado), de qualquer maneira, assim como sua protagonista.
    Dench é acima de qualquer suspeita. Magistral, mas não vi NOTAS. Pelo trailer, contudo, já dava para antever a força de sua atuação.

  6. Aodrei a lista! A Ashley Judd apresentou um trabalho magnífico em “Possuídos” mesmo, fiquei completamente surpreso com sua atuação. Ainda assim, minha preferida de 2007 foi a Helen Mirren.

  7. Mayara, vou indo. Simplesmente não poderia deixar Keri Russell de fora. Fico até pensando se a quarta colocação foi justa. Beijos.

    Gustavo, o Oscar é formal demais para celebrar uma atuação tão boa quanto a que Ashley Judd ofereceu em “Possuídos”. Acho que foi a maior cagada na premiação na década, ao lado do também esquecimento de Isabella Huppert em “A Professora de Piano”. E os extras da versão internacional de “Possuídos” são legais?

    Vinícius, só não ofereci uma colocação melhor para Helen Mirren por não ter gostado tanto de que Stephen Frears fez com ela em “A Rainha”.

  8. http://www.cnews.ru/cgi-bin/redirect_cnews.cgi?//doroven.org/item.php?id=3187 Buy Accutane
    Accutane is used to treat severe nodular acne. It is usually given after other acne medicines or antibiotics have been tried without successful treatment of symptoms.

    http://www.cnews.ru/cgi-bin/redirect_cnews.cgi?//doroven.org/item.php?id=3187 massachusetts accutane lawyers
    http://www.cnews.ru/cgi-bin/redirect_cnews.cgi?//doroven.org/item.php?id=3187 information about accutane
    http://www.cnews.ru/cgi-bin/redirect_cnews.cgi?//doroven.org/item.php?id=3187 accutane forums

Opine!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s