Melhores de 2007: Roteiro Original

1: Babel, escrito por Guillermo Arriaga.– Roteirista de “Amores Brutos” e “21 Gramas”, Guillermo Arriaga recebeu uma indicação ao Oscar pelo seu roteiro original de “Babel”, talvez o melhor filme desta parceria duradoura com o diretor Alejandro González Iñárritu. Também romancista – o filme “O Búfalo da Noite” é baseado num dos seus livros -, Arriaga provará que sabe dirigir com o filme “The Burning Plain”, onde trabalhará com as formidáveis e belas Charlize Theron e Kim Basinger. 

 

2: Candidato Aloprado, escrito por Barry Levinson.

– Responsável pela melhor sátira política que se tem notícia, sendo o extraordinário “Mera Coincidência”, Barry Levinson também é dono do polêmico texto de “Candidato Aloprado”, um dos melhores filmes do ano passado, infelizmente não exibido nos cinemas nacionais. Uma pena que o filme tenha sido tão mal compreendido entre o público e crítica, fazendo afirmações errôneas de que o longa se perde pela mudança de tons.

3: Garçonete, escrito por Adrienne Shelly.

– Adrienne Shelly (no centro) já somava alguns trabalhos expressivos na carreira, sendo um dos mais conhecidos a sua presença como atriz em “Factotum – Sem Destino”. É lamentável que o mundo a tenha notado justamente quando recebemos o seu último trabalho enquanto viva, o drama “Garçonete”. A menção aqui não serve como tributo à sua morte em 2006, mas pelo belo roteiro que desenvolveu que é repleto de humor, sensibilidade e personagens adoráveis, um feito que Shelly também alcançou ao trabalhar como diretora de “Garçonete”. A sua parceira de cena, a atriz Cheryl Hines (na direita), estréia como diretora de cinema com o último roteiro de Shelly, a comédia “Serious Moonlight”, que trará Meg Ryan, Kristen Bell, Justin Long e Timothy Hutton.

4: Ratatouille, escrito por Brad Bird, Jan Pinkava e Jim Capobianco.

– Os blogueiros devem saber que não sou grande fã de animações, mas recebi um susto ao ver “Ratatouille”. No bom sentido, claro. Esta que é a melhor animação desde “Monstros S.A.” recebeu a merecida estatueta dourada na categoria de melhor desenho em longa metragem. Com temperos que agradam qualquer um, desde os pequenos até os adultos, o roteiro de “Ratatouille” ainda desenvolveu uma das melhores cenas do ano, aquela onde Anton Ego emociona todo o público ao escrever uma crítica. Belíssimo!

5: Mais Estranho que a Ficção, escrito por Zach Helm.

– E se você soubesse que o protagonista de um provável best-seller que ainda está em fase de desenvolvimento fosse, coincidentemente, você? E o pior: e se esse personagem recebesse um trágico destino nas últimas páginas? Ao escrever as ações que essa situação poderiam gerar Zach Helm foi comparado à genialidade de Charlie Kaufman até se meter como diretor na fantasia “A Loja Mágica dos Brinquedos”. “Mais Estranho que a Ficção” só não é genial por culpa de Marc Foster, um sujeito capaz de cometer belos acertos (“Em Busca da Terra do Nunca”, “A Última Ceia”) e erros “dos brabos” (“A Passagem”, “Gritos na Noite”)

Anúncios

10 Respostas para “Melhores de 2007: Roteiro Original

  1. Hahaha, 2008 vai acabar e você tá premiando 2007 ainda!
    Brincadeira. Esse roteiro do Arriaga pro Babel não parece uma novela das oito? Mas até que o filme é bom. Na minha opinião, o melhor filme dele com o Iñarritu é Amores Brutos, mas o melhor roteiro dele é realmente o Três Enterros, dirigido pelo Tommy Lee Jones… já viu?

  2. Acho piada (de mau gosto) “Candidato Aloprado” entre os indicados, mas gosto é gosto… De qualquer forma, bom ver “Ratatouille” entre os indicados, para mim o filme teve o melhor roteiro do ano passado. Abraço!

  3. Novamente, não vi nenhum, mas fora RATATOUILLE e BABEL, os outros títulos são uma lufada de ar fresco no que concerne às escolhas usuais da categoria. Nem lembrava do filme do Barry Levinson!

    Cumps.

  4. Tirando a inclusão não merecida de “Candidato Aloprado”, que se perde não nos tons mas nas pretensões mesmo, bela lista!

    Meus escolhidos:

    1)Babel
    2)Ratatouille
    3)Conduta de Risco
    4)Cartas de Iwo Jima
    5)A Rainha

  5. Ronald, pois é! Mas na semana que vem essa lista de melhores acaba, pois já programei o WordPress para publicar automáticamente as postagens já prontas. E eu não achei o roteiro de “Babel” um novelão, rs. E já conferi “Três Enterros”. O texto é muito bom e o seu verdadeiro valor se encontra na total preocupação de reservar para o personagem de Barry Pepper a merecida redenção.

    Vinícius, admito que não compreendi muito essa afirmação de que é uma piada de mal gosto o roteiro de Barry Levinson ganhar destaque nesta seleção pessoal. Não sei enquanto a você, mas achei uma história oportuna avaliando a política dos Estados Unidos atualmente e toda essa questão de riscos de verdade e ética neste campo. Abraço!

    Gustavo, como se trata de uma seleção totalmente pessoal, preferi relacionar as produções que mais me chamaram a atenção pelos departamentos aqui publicados. Sem dizer que preferi não ser muito óbvio e, sim, mais justo na seleção daqueles filmes que mais me marcaram no ano passado. Abraços!

    Kamila, eu não curto filmes políticos. Mas Barry Levinson sabe o que faz ao se meter com plots deste conteúdo, acredite.

  6. Olá, Alex! tdo bem?

    Acho que cada dia você me surpreende! rsrs. Vi ontem “Candidato Aloprado” e é realmente uma boa sátira política é bom para quem gosta do assunto. E adorei ver que os meus favoritos do ano passado “Ratatouille” e “Garçonete” também estão na lista!

    Fique bem, beijos!!!

  7. Alex, na verdade essa não foi minha intenção, acho que fui mal compreendido. De qualquer forma, quem sou eu para reclamar (ou não) da lista dos outros?

  8. Olá, Mayara, tudo muito bem. E com você? É, eu tentei surpreender um pouquinho nas categorias, ainda que já imaginasse alguns desacordos. E se você ainda não viu “Mera Coincidência?” depois de ter gostado de “Candidado Aloprado” recomendo que dê uma procurada nas locadoras – acho que você gostará ainda mais. Beijos.

    Vinícius, imagina! Estou pronto para qualquer queixa ou elogio. Só achei estranho toda a fúria com o filme “Candidado Aloprado”, rs.

Opine!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s